GALERIA REPUBLICANA


galeria-republicana-3.jpg


UM ESPAÇO DE MEMÓRIA ABERTO À PARTICIPAÇÃO DE TODOS

 

Os movimentos anti-republicanos de cariz monárquico e/ou corporativista/fascista (salazarista) construíram, puzeram a circular e têm vindo a manter e a acalentar, até aos dias de hoje, uma versão distorcida do processo da implantação do Regime Republicano em Portugal.

Trata-se de um relato pseudo-histórico que deliberadamente ignora, quer o longo, paciente e muito alargado (de amplo alcance popular) processo de propaganda ideológica republicana que antecedeu e preparou aquela mudança de regime no país, quer os acontecimentos revolucionários que, em Lisboa, a 4 e 5 de Outubro de 1910, directamente, aí implantaram a República, quer ainda o modo como, seguidamente, esse novo regime foi estabelecido no restante país.

Segundo esse mito persistente, a República Portuguesa teria sido inicialmente implantada, em Lisboa, à revelia de uma vontade popular maioritariamente pró-monárquica, por um grupo muito reduzido mas muito agrerrido de militares e de civis revolucionários (maçons e carbonários) que, habilidosamente, tinham sabido minar o exército e a marinha e, só depois, teria sido “exportada por telégrafo” para um restante país também tendencialmente pró-monárquico que, passivamente, se resignou à vontade dos novos senhores do Poder Político da Capital.

Porque uma tal versão ignora deliberadamente escondea verdade dos factos, porque os quase cinquenta anos de ditadura nos apagaram muito da nossa memória histórica, entendemos por bem disponibilizar aqui um espaço destinado a reunir informação relevante que nos queiram remeter e que possa contribuir para reconstruir essa memória, designadamente: imagens, retratos, biografias relativas a figuras republicanas de expressão mais ou menos local e hoje esquecidas; documentos sobreviventes da actividade de grupos de acção e propaganda republicana (geralmente promotores da instrução popular, da leitura pública, etc.); imagens, relatos/notícias de acontecimentos relacionados com o processo de propaganda anti-monárquica e de implantação da República Portuguesa em diferentes zonas do país; etc.

 

?NDICE DA DOCUMENTAÇÃO (J?) DISPON?VEL:

 

    PROPAGANDA REPUBLICANA

 

    DOCUMENTAÇÃO LOCALMENTE REFERENCIADA