Convicção antecipada antecipa conclusão de inquérito ?


tsf-05-b.jpg

PARA ONDE ESTAREMOS A RESVALAR ?

É a convicção do executivo: o governo acredita que não houve abuso de força durante a manifestação de quarta-feira, 25 de Abril, no Chiado. Há um inquérito a decorrer à carga policial mas o secretário de Estado José Magalhães nem precisa da conclusão para deixar a garantia…

acesso a: notícia / doc/R&L (pdf)

4 Comments

  • António José wrote:

    Apenas um comentário a esta questão. Se o fantástico José Magalhães com a responsabilidade que tem no cargo que executa toma esta atitude – EST? TUDO DITO MEUS SENHORES!

    E mais veremos os resultados.

    Chegado a este ponto só espero que exista inteligência suficiente por parte daqueles que estiveram “dentro” dos acontecimentos e que tenham as fotografias, filmagens e gravações, as NÃO ENTREGUEM AGORA! ESPEREM PELOS RESULTADOS DESTE INQUÉRITO INQUINADO.

    Veremos qual é a coragem daqueles que inseridos na operação vão justapôr no dito.

  • David Cameira wrote:

    O PNR, OS NEONAZIS e todos os criminosos ideologicos combatem-se mostrando a superior força da democracia sobre a barbarie e não com métodos de marginalidade iguais aos deles

  • António José wrote:

    Caro David Cameira, espero que não tenha interpretado mal as minhas palavras. Ou poderei estar eu equivocado.

    O que pretendi dizer foi apenas que então com tanta certeza afirmada com a versão oficial: imagino que os agentes todos que estiveram na operação sejam homens de palavra e que informem os seus superiores da verdade, doa a quem doer. Juntando isso a possíveis filmagens de câmaras de segurança de lojas bem como outras fontes.

    Dito isto. Queria apenas comparar o que esses senhores irão dizer (porque o que já disseram deixa muito a desejar…) e neste sentido, defendi eu, veja que ingenuidade a minha, que a existirem de facto imagens reais da carga policial, que digamos pouco se vê nas que até agora têm aparecido, essas devam aparecer apenas depois de vermos se afinal esses senhores conseguem fazer a dobradinha da mentira.

    Talvez não me tenha feito entender.

    Mas já agora, acho caricato se algum dos polícias tenham deixado escapar da sua frente alguma possibilidade de invalidar a captura de imagens ou alguém ao alcance, tipo assim em grande plano (no flagrante). Há pelo menos um testemunho de ameaça a quem tirava fotografias em pleno arreial. Quando a outros foram-lhes destruídos as fontes de captação.

    Espera-se que alguma coisa tenha sido salva. Era apenas este o sentido.

    A parte da marginalidade não deve ter a ver com as minhas palavras seguramente. Posso sempre enganar-me e gosto de aprender. Chateia-me é que com uma democracia de 32 anos a coisa ainda esteja neste estado. Se é que me entende.
    Cumprimentos.

    Democracia sim, para todos!

  • David Cameira wrote:

    Caro António José ” A parte da marginalidade não deve ter a ver com as minhas palavras seguramente.”

    Tem toda a razão.

    O q eu disse e repito é que a defesa, feita por alguns sectores de esquerda , do Anarquismo é pateta pq sso vai resvalar para a guerra civil nao tarda muito
    A policia, as policias e o ESTADO DEMOCRATICO tem q ser equidistantes das estremas

    Alias eu ja aprendi algo cm isto tudo e q hexisem os redskins q sao skins de extrema esquerda

    Ora sto e reeadissimo , é respnder a marginalidade com amrginaldade , é o pder a cair na rua

    Eu não quero viver num sitio tip o Iraque q e o q mais se aproxima da anarquia atualmente

    Alias Bakunine tb naõ granjeou muitas simpatias a Marx e Engels

    E entao ao 2 camarada ” Estaline nem queira saber

    Isto tem q ser carficado para q as pontas soltas se pssam juntar

    Qem chamou o corpo de intervençao, pq ? a que horas e o q e q os ” vandalos ” anarqustas destruiram..ohe ate vou la hoje ou amanha ver com os meus proprios ohos os “escombros” da “coisa” pq so nas ditaduras e q nao se pode passear mas tb so na selva e q nao ha autordade democratica

    “É um dever atriotico respeitar a autordade democratica e legitimamente eleita”

    “Autoridade é diferente de autOritarismo”

    e “liberdaDe nao e libertinagem”

    Disse-o Manuel Alegre

Deixar uma Resposta