«25 de Abril» reprimido a… 25 de Abril !!! (2)

FALTA UMA EXPLICAÇÃO:

MANIFESTANTES ANTIFASCISTAS VIOLENTAMENTE REPRIMIDOS A 25 DE ABRIL!

1 – OS FACTOS EM SEQUÊNCIA (tal como os conseguimos apurar):

1.1 – Em Lisboa, no âmbito das comemorações do 25 de Abril e no seguimento da «grande manifestação» que, como é costume, desceu a Avenida da Liberdade, foi prevista (sem prévia oficialização junto do Governo Civil) a organização e o desfile, entre a Praça da Figueira e o Largo do Camões, de uma «manifestação anti-autoritária» contra o Fascismo e o Capitalismo; uma demonstração que pudesse constituir um veemente protesto contra as expressões públicas (xenófobas e não só), quer do partido PNR, quer de agrupamentos neo-nazis/fascistas que lhe estão próximos.


manif-cartaz-01-a.jpg


 

 

cartaz de convocação da manifestação

 

Praça da Figueira: início da manifestação

manif-baixa-01-a.jpg

manif-baixa-02-a.jpg

Largo do Camões: termo da manifestação

manif-camoes-02-a.jpg

manif-camoes-03-a.jpg

1.2 – Desfeita a manifestação, quando uma parte das pessoas que nela se tinham integrado, depois de percorrerem a Rua Garrett, desciam informalmente a Rua do Carmo, em direcção ao Rossio, depararam com forte aparato policial a barrar a saída inferior daquela via

25-abril-2007-robotcops-01-a.jpg

1.3 – Quando se aperceberam da situação de impasse, os manifestantes ainda tentaram retroceder e subir de novo a rua; contudo, estavam encurralados por um segundo corpo policial que, entretanto, se tinha posicionado no cimo da calçada do Carmo.

1.4 – Sem que tivesse sido tentada qualquer diligência tendente a resolver a situação de modo ordeiro e pacífico, sem que tivesse sido feito qualquer tipo de aviso prévio, os manifestantes antifascistas bem como os transeúntes que, àquela hora, estavam no local foram então objecto de uma brutal carga dos agentes da polícia anti-motim.


25-abril-2007-robotcops-14.jpg


25-abril-2007-robotcops-07-a.jpg


25-abril-2007-robotcops-16-a.jpg


25-abril-2007-robotcops-15-a.jpg

acesso a relatos e imagens:

1.5 – As descrições e explicações fornecidas pela polícia relativamente a estes acontecimentos referem um conjunto de distúrbios «pichagem» de paredes e de montras, quebra de uma vitrina, lançamento de «verylights»… provocados pelos manifestantes, bem como uma sua suposta e antecipadamente conhecida (!?) intenção de assalto à sede do PNR (na Rua da Prata) como sendo os justificativos da «intervenção policial preventiva». Referem também uma posterior apreensão de bastões de madeira e metal, bem como de «cocktails molotov».

1.6 – Os relatos «civis» entretanto vindos a público, quer na imprensa, quer em muitos espaços da «blogosfera», sem ocultarem os «excessos» cometidos pelos manifestantes (pintura da parede, etc.), sem escamotearem a intenção de se manifestarem em frente à sede do PNR, deixam contudo à responsabilidade das forças policiais o lançamento dos «verylights», a quebra da vitrina e, sobretudo, a violência brutal de uma intervenção que terá sido pautada pelo «mote» (gritado no início da pancadaria pelo comandante da força policial) “é o que vocês merecem, «comunas» de merda; merecem é levar nos cornos…!!!”. Acresce ainda que vários testemunhos referem a existência de «agentes (policiais) infiltrados» que, a dado momento, se terão virado contra os manifestantes – e sugerem a organização premeditada de uma «operação punitiva» (compensação pela recente repressão aos neo-nazis/fascistas?)…

25-abril-2007-paisanos-par-01a.jpg

dois dos (supostos) «agentes (policiais) infiltrados»

2 – ALGUMAS QUESTÕES QUE SE IMPÕE LEVANTAR

Do confronto do discurso «policial/oficial» com os relatos «civis» ressaltam várias incongruências ainda não cabalmente esclarecidas, algumas questões ainda não suficientemente respondidas e, designadamente, as seguintes:

  • porquê a carga da polícia sem aviso prévio? quem a ordenou? estava antecipadamente prevista? por quem? com que objectivo?
  • porque não se tentou obviar aos comportamentos eventualmente excessivos dos manifestantes de modo ordeiro, pacífico e pacificador?
  • quem afinal disparou os «verylights», os manifestantes ou a polícia? que manifestantes? que agentes da polícia?
  • a quem se deveu, afinal, a quebra da montra? aos manifestantes? à carga policial?
  • terá sido mesmo gritada a frase “é o que vocês merecem…!!!”? quem a gritou? em que qualidade?
  • os supostos «bastões» de madeira e metal seriam isso mesmo ou não passariam, afinal, de meros «paus de bandeira»?
  • haveria mesmo «cocktails molotovs» nas mãos dos manifestantes? quem os detinha?
  • haveria mesmo «agentes infiltrados» entre os manifestantes? eram efectivamente da polícia? eram meros provocadores? a que título se infiltraram entre os manifestantes? com que objectivos? que papel tiveram em todo o desenrolar da «operação»?

3 – O QUE SE ESPERA

Como é óbvio, para responder cabalmente a todas as dúvidas e questões que podem ser suscitadas pelos acontecimentos que mancharam as comemorações de 25 de Abril passado não são suficientes, nem as explicações públicas que a PSP divulgou pelos meios de comunicação social, nem as declarações que a Plataforma Antiautoritária contra o Fascismo e o Capitalismo também distribuíu.

acesso a:

Esperamos, assim, que este assunto seja devidamente assumido pelo Ministério Público (Procuradoria Geral da República) e que, depois de devidamente investigado e informado, seja formalmente julgado e venha a ser objecto de veredicto de um juiz, com as adequadas condenações disciplinares e/ou penais a todos os prevaricadores.

acesso a: Decreto-Lei nº 406/74 [Direito de Reunião e Manifestação]

62 Comments

  • Fátima Figueiredo wrote:

    O que aconteceu é inadmissível e revoltante!Mostra bem o que está a acontecer e bem à vista de todos!

  • Esta é, de facto, a posição mais correcta que li at+e ao momento. Parabéns.

  • Vão ao blog: http://nazione88.blogspot.com/ têm lá uma boa resposta…

  • ANACLETO LOUÇA wrote:

    deviam ter levado mais na cabeça,esses cromos

  • ANACLETO LOUÇA wrote:

    já no 10 de junho de 2005,no largo de camões,levaram na boca,e ainda ádem levar mais.

  • ANACLETO LOUÇA wrote:

    é uma cambada de drogados e paneleiros ,porrada para cima desses cabrões

  • a.pacheco wrote:

    A culpa é da polícia?A culpa é desses cretinos,que falam,no trabalhador,mas trabalhar não é com eles.

  • a.pacheco wrote:

    querem é charros e vida fácil,e depois são anti-fascistas

  • a.pacheco wrote:

    Muitos deles,falam em comunismo,mas nem o comunismo verdadeiro quer esses parasitas,são pior que as baratas,só têem estrume na cabeça.

  • a.pacheco wrote:

    FORÇA POL?CIA

  • a.pacheco wrote:

    Um dia é esse crÓmo do dANIEL oLIVEIRINHA do be de esterco,que léva uns safanões e fica em coma vegetativo,ai levas ,levas.

  • a.pacheco wrote:

    NACIONALISMO SEMPRE,COMUNISMO NUNCA MAIS

  • a.pacheco wrote:

    PORRADA NELES FORÇA POLICIA

  • Pinta Navios wrote:

    Ainda estes tipos,querem fazer frente ,aõs skins,cambada de fracos,até metem nojo.

  • a.pacheco wrote:

    é só piolho na quelas cabeças ah ah ah.

  • GUERRILHEIRO wrote:

    Que pena n
    ao terem malhado mais nesses filhos da puta!…

  • CLARA Gonçalves wrote:

    Nem consigo acreditar que isto foi possível.O que
    os racistas,os nacionalistas e seus
    cães de guarda estão a pedir é que surja organizada uma democracia onde as pessoas estejam prontas para se defenderem. Estamos a chegar ao”olho por olho”.Ou, quem sabe,a um novo 25 de Abril, onde desta vez,NÃO SE PERDOE.

  • cidadão wrote:

    Os comentários antecedentes ilustram a natureza do autoritarismo ascendente (é rasca, rancoroso, não vale nada mas é peçonhento)
    Substimar os acontecimentos do 25 de Aril 2007 pode ser bastante perigoso para a liberdade.

  • bento bodas wrote:

    Eles que venham no 1 de maio,para levar mais na boca.

  • bento bodas wrote:

    cidadão,tu deves ser daqueles que falas em liberdade,mas depois,gostas de estaline,fidel e outros,vai trabalhar malandro.

  • ATÉ TASCAS wrote:

    porrada neles

  • tino wrote:

    deus queira que esses crómos façam mais porcaria e os pretos também,para ver se o povo abre os olhos.

  • Por tudo isto se vê que a humanidade pouco consegue evoluir. Enquanto houver pessoas que vivem, ou sobrevivem, à custa do ódio que guardam aos outros, pouco ou nada avançaremos. Não entendo como há pessoas que se julgam superiores,mas que apenas conseguem insultar e agredir os outros, quando estão em grupo, o que denota as maiores fragilidade, insegurança e inferioridade. Tenho pena desses e daqueles que os apanham no caminho. Imundo mundo o nosso.

  • António José wrote:

    República e Laicidade? Como se vê claramente pelos comentários as coisas estão como estão… vejam neste momento o que se passa à entrada para mais um jogo de futebol… as experimentações destes meninos estão em andamento e a polícia com “dificuldades” em controlá-los?! Onde estamos a chegar?

    Vejam se as personagens que estiveram ontem em romagem ao fascismo não estão ali! Estão… e não são anarquistas, são fascistas modernos.

  • Cara gabriela e António José,

    Não poderia mais concordar convosco.

    No entanto, não apagaremos comentários, a nossa política de comentários do site R&L é da máxima liberdade de expressão.

    Numa sociedade de pensamento livre, somos livres de nos expressar e também de sermos julgados pelo que dizemos.

    Assim que a «obra» que aqui está visível seja parte dos nossos julgamentos.

    André Esteves

  • Ernesto Gonzalez wrote:

    A Liberdade de expressão e de Reunião e Manifestação ainda são uma garantia Constitucional. É evidente que a própria polícia está infiltrada por essa escumalha nazi-fascista, responsável pela morte de um emigrante português na Alemanha e de cidadãos em Portugal. São assassinos como o foi a ditadura que nos governou durante 50 anos. A resposta será dada pela mobilização contra estes assassinos, racistas, fascistas, frustados, com necessidade de afirmação. Só não percebo é porque é que esse partido continua legal…
    O governo tem de nos explicar a actuação policial, e a minha solidariedade para as vítimas. Investigação aos PNR’s fascistas infiltrados na PSP.

    Auto-Defesa contra o Fascismo é a garantia de não levantarão a cabeça.
    Como dizia o Zeca: “Disse-me um dis o careca,
    quando uma cobra tem sede,
    corta-se logo a cabeça,
    encosta-a bem à parede”

    Ernesto

  • Apercebi-me de uma coisa que ainda não tinha reparado.

    Nesta foto http://galerias.escritacomluz.com/ajlborges/albums/album06/aah.jpg

    Passo todos os dias nesta rua e nunca tinha visto aquele túnel do lado direito da foto fechado.

  • tino wrote:

    ernesto és um coitadinho,és esquerdista e basta

  • tino wrote:

    antes fascista ,que gente como vocês,seus agarrados,vão trabalhar pá.

  • tino wrote:

    eu trabalho no duro e tenho orgulho de ser português,não sou como vocês da dita esquerda que fala nos trabalhadores,mas só defende escumalha de malandros.VOCÊS VÃO PERDER,é uma questão de tempo.

  • tino wrote:

    sou fascista e tenho orgulho em ser FASCISTA,qual é o vosso problema.

  • tino wrote:

    têem medo? pois tenham,que o vosso dia vai chegar,não haverá democracia que vos valha.SEUS CANASTRÕES.

  • tino wrote:

    Danieis oliveiras,falcões,louças,odetes,otelos,m.alegres,mario só ares e outros,vão todos para a FORCA,NÃO HAVER? PERDÃO PARA TRIDORES.

  • tino wrote:

    A VOSSA SORTE AINDA É HAVER POUCOS COMO EU,SENÃO ISTO J? TINHA DADO PARA TORTO,E ESTA PORCARIA DE DEMOCRACIA,J? TINHA IDO PELA SANITA ABAICHO

  • tino wrote:

    á falam que a poícia é do pnr? a maior parte simpatiza,sim ,porque a polícia está farta de escumalha,esquerdista que só defende gente que devia ser atirada ão rio tejo.

  • Milé Sardera wrote:

    Entretanto, o indymedia português (pt.indymedia.org), o meio de comunicação onde os manifestantes iam colocando a sua versão dos acontecimentos, está fora da internet. Primeiramente começaram a desaparecer algumas notícias (por “coincidência” as que tinhama ver com a manif/repressão. Agora, foi o site completo.
    Isto é apenas mais um passo vergonhoso das autotidades

  • Foi criado uma plataforma de recolha de material sobre o que aconteceu na Rua do Carmo no dia 25 de Abril.
    http://www.CravadoNoCarmo.pt.vu

    Se alguém tiver um relato, fotografias, videos, por favor contacte-nos…

  • Só não vê quem não quer!!

  • Voluntário CMI-PT wrote:

    Não há problema, Sardera. ;)

    A informação que estava na Indymedia está agora por todo o lado…

    De cada vez que eles momentaneamente mandam abaixo 1 site, outros tomam o seu lugar e normalmente ficam.

    Esta manifestação foi sem precedentes. Nunca tantos anarquistas, libertários e pessoal não-alinhado, esteve junto por uma mesma causa.
    Isso deve ter acagaçado muita gente. Vê-se pela reacção policial, pelos reaccionários do rabo no sofá e o dedo na tecla.

    Nós agora estamos em todo o lado… a revolução é global.

  • David Cameira wrote:

    Devia ter sido mm ” a morte saiu a rua num dia assim ”

    É preciso castigar exemplarmente os inimigos da liberdade
    se este dois elementos nao sao autoridades vao encontra-los e prende-los mas as sede de qq partido tem de ser preservadas e O ESTADO DEMOCRATICO já demonstrou q nao temmedo deles qd lhes confiscou as armas

    Se esses partdos so serve para cometer crimes extingan-no mas ate la É OBRIGAÇÃO DA LEI E DAS AUTORIDADES PRESERVAR A LIBERDADE PARTIDARIA

    o Anarquismo É A MORTE DA DEMOCRACIA E DAS LIBERDADES cívicas

    NEsta associação não deveria defender assacinos, vadios ,marinais bandalhos e criminosos

    VIVA ABRIAL , não aos marginais

  • David Cameira wrote:

    Esta associação devia pagar os esgotos dos seus 3 posts anteriores e por , em seu lugar, apenas esta frase : ” A culpa é da polícia?A culpa é desses cretinos,que falam,no trabalhador,mas trabalhar não é com eles. ”

    Trabalhador sou eu e o estado Portugues nunca me ajudou com NADA ”

    FOSSE PANELEIRO OU DROGADO e já tinha sorvido mais dinheiro do estado do q por ser um trabalhador ordeiro

    VERGONHA

    a LEI DA MANIFESTAÇOES PROIBE ESTES CRIMES E O CODIGO PENAL NAO DIZ Q SE OS CRIMES FOREM COMETIDOS NUMA MAIF ANARQUISTA ENTAO J? SAO COISAS LEGITIMAS
    Antes pelo contrario a lei das maifestaçoes e o codigo penal estao em concordancia

  • David Cameira wrote:

    ” Eles que venham no 1 de maio,para levar mais na boca. ”

    OLÉ, olé amanha fazem mais bosta e então é q é !!!!

    Qeu tenho la uma chibata que ( embora em segunda mao ) ainda faz um serviço q é mm abençoadao !!!

  • David Cameira wrote:

    ” sou fascista e tenho orgulho em ser FASCISTA,qual é o vosso problema. ”

    Eu sou de esquerda , PARTIDO SOCIALISTA, mas quero alertar todos os meus camaradas de esquerda para o facto de se defendermos marginais e criminososo como o q se ve neste site crescam cada vez mais as opinioes q pus nas primeiras linahas do meu comentário

    DEFENDER ABRIL E CASTIGAR OS CRIMINOSOS

    NEM HITLER , NESM ESTALINE permitiriam uma ” palhacada 2 destas qd estavam no poder

    E ai era fosilamento colectivo e vala comum com este licxo todo

    E preciso ser lucido pq se as autoridade nas defendem os cidadaos os proprios podem ter a tentaçao de o fazer

  • Ernesto Gonzalez wrote:

    Menino do Bairro Negro

    Olha o Sol que vai nascendo,
    Anda ver o mar.
    Os meninos vão correndo
    Ver o Sol chegar,
    Ver o Sol chegar.

    Menino sem condição,
    Irmão de todos os nus
    Tira os olhos do chão,
    Vem ver a luz.

    Menino do mal trajar,
    Um novo dia lá vem.
    Só quem souber cantar
    Virá também.

    Negro, bairro negro,
    Bairro negro,
    Onde não há pão
    Não há sossego.

    Menino pobre o teu lar
    Queira ou não queira o papão
    Há-de um dia cantar
    Esta canção:

    Olha o Sol que vai nascendo,
    Anda ver o mar.
    Os meninos vão correndo
    Ver o Sol chegar,
    Ver o Sol chegar.

    Se até dá gosto cantar,
    Se toda a terra sorri
    Quem te não há-de amar
    Menino a ti?

    Se não é fúria a razão,
    Se toda a gente quiser
    Um dia hás-de aprender
    Haja o que houver

    Negro, bairro negro,
    Bairro negro,
    Onde não há pão
    Não há sossego.

    Menino pobre o teu lar
    Queira ou não queira o papão
    Há-de um dia cantar
    Esta canção:

    Olha o Sol que vai nascendo,
    Anda ver o mar.
    Os meninos vão correndo
    Ver o Sol chegar,
    Ver o Sol chegar.

    Por todos os meninos dos bairros negros e por todos os pais desses meninos, todos eles e nós vítimas deste mesmo capitalismo de miséria, cuja face agressiva e criminosa é o nazi/fascismo e os seus acólitos estamos alerta e dispostos a resolver esse dilema de “socialismo ou barbárie”, sem ditaduras, que já tivemos a nossa dose de 50 anos. A democracia socialista será a bgarantia de um mundo humano, digno, justo, com o poder às classes trabalhadores.
    Até sempre famélicos da terra, pela Revolução Socialista.

    Ernesto

  • Camilo Torres wrote:

    Correm ventos Agrestes mas nós estamos cá activos e vigilantes.
    Lembrei-me do poema de Camões:

    Correm turvas as águas deste rio

    (LU?S DE CAMÕES*)

    Correm turvas as águas deste rio,
    que as do Céu e as do monte as enturbaram;
    os campos florecidos se secaram,
    intratável se fez o vale, e frio.

    Passou o Verão, passou o ardente Estio,
    üas cousas por outras se trocaram;
    os fementidos Fados já deixaram
    do mundo o regimento, ou desvario.

    Tem o tempo sua ordem já sabida;
    o mundo, não; mas anda tão confuso,
    que parece que dele Deus se esquece.

    Casos, opiniões, natura e uso
    fazem que nos pareça desta vida
    que não há nela mais que o que parece.

    CT

  • Camilo Torres wrote:

    E porque festejámos Abril e já é tempo de se pensar em preparar OUTRO, eficiente e definitivo, porque a pobreza continua, a exploração continua, os poderosos cada vez estão mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.

    Nem deuses, nem chefes, os explorados, os trabalhadores têm de tomar em mãos o seu próprio destino e varrer definitivamente da face da terra a injustiça, a exploração, as ditaduras, o nazi-fascismo que são os seus cães de guarda.

    como disse o poeta:

    A Festa Foi Bonita

    Letra e música: Pedro Barroso

    A festa foi bonita pá mas tu agora

    voltas ao mesmo sítio onde estiveste

    voltas à mesma rua à mesma casa

    voltas ao mesmo copo que bebeste

    E o mundo que sonhaste foi andando

    o sonho de justiça e a fantasia

    que ardemos toda a noite em fogo brando

    terá que se enfrentar com o dia a dia

    Mas há uma coisa enorme que ficou:

    (e é nela que teces o amanhã

    que deste frente a frente resultou)

    a vontade de viver outra verdade

    a vontade de acordar noutra manhã

    A festa foi bonita pá mas tu agora

    voltas ao mesmo leito onde dormiste

    e apesar do sabor que nos deixamos

    o termos que partir é sempre triste

    O mundo que sonhamos está tão longe

    mas tudo o que esta noite se viveu

    garante que afinal pode ser hoje

    o mundo que se sonha e se esqueceu

    Mas há uma coisa enorme que ficou:

    (e é nela que teces o amanhã

    que deste frente a frente resultou)

    a vontade de viver outra verdade

    a vontade de acordar noutra manhã

  • Camilo Torres wrote:

    PERGUNTAS DE UM OPER?RIO LETRADO

    Para quem faz o culto dos grandes líderes, é bom saber que o povo, os trabalhadores é que são o sujeito da história. Só o poder operário popular e socialista, em democracia, garantirá um mundo de paz, justiça e progresso.

    como dizia o poeta:

    Quem construiu Tebas, a das sete portas?
    Nos livros vem o nome dos reis.
    Mas foram os reis que transportaram as pedras?
    Babilónia, tantas vezes destruída,
    Quem outras tantas a reconstruiu? Em que casas
    Da Lima dourada moravam os seus obreiros?
    No dia em que ficou pronta a Muralha da China para onde
    Foram os seus pedreiros? A grande Roma
    Está cheia de arcos de triunfo. Quem os ergueu? Sobre quem
    Triunfaram os Césares?
    A tão cantada Bizâncio
    Só tinha palácios
    Para os seus habitantes? Até a legendária Atlântida
    Na noite em que o mar a engoliu
    Viu afogados gritar por seus escravos.

    O jovem Alexandre conquistou as ?ndias.
    Sozinho?
    César venceu os gauleses.
    Nem sequer tinha um cozinheiro ao seu serviço?
    Quando a sua armada se afundou Filipe de Espanha
    Chorou. Ninguém mais?
    Frederico II ganhou a Guerra dos Sete Anos.
    Quem mais a ganhou?

    Em cada página uma vitória.
    Quem cozinhava os festins?
    Em cada década um grande homem.
    Quem pagava as despesas?

    Tantas histórias
    Quantas perguntas.

  • Ivo Moreira wrote:

    O senhor Tino devia era de ter tino.
    Este site é o mais puro exemplo de liberdade de pensamento e de opiniões, tendo em conta o respeito pelos valores da DEMOCRACIA e do valor da VIDA acima de tudo pois é isso que uma mente Democrática e Republicana mais pretende ensinar ao futuro de uma nação.
    A falta de CIVISMO que possa não existir quer por parte da polícia, quer por parte de alguns manifestante (porque ninguém é santo) não justifica que a agressão seja o remédio, muito pelo contrário, vem trazer ainda mais achas para uma fogueira que é a violência.

    VIOLENCIA GERA VIOLENCIA

    PS: O Srº Tino será que sabe o que é o fascismo……eu penso que não.

Deixar uma Resposta