«25 de Abril» reprimido a… 25 de Abril !!!

O «25 DE ABRIL» VIOLENTAMENTE REPRIMIDO A… 25 DE ABRIL!!!

25-abril-2007-cravo-caido-01-a.jpg

Se bem que os relatos já disponíveis ainda sejam muito incompletos e confusos, do que já se sabe, há que convir que os graves acontecimentos que, no seguimento da manifestação comemorativa do 25 de Abril, ontem ocorreram, no Chiado, em Lisboa, requerem uma urgente e cabal explicação, quer da parte das forças policiais intervenientes, quer da parte do ministro da tutela.

Logo que possível, serão disponibilizados neste espaço mais fotos dos acontecimentos de ontem, bem como outras informações eventualmente relevantes para fazer luz sobre este assunto.

25-abril-2007-robotcops-02-a.jpg

25-abril-2007-robotcops-03-a.jpg

Porventura relevante na apreciação destes acontecimentos, será o discurso feito pelo Presidente da República Portuguesa na sessão solene comemorativa da Revolução dos Cravos que ontem teve lugar na Assembleia da República; discurso onde Aníbal Cavaco Silva apelou aos “jovens que nasceram e cresceram em democracia”, incitando-os abertamente a ser inconformistas e a não se resignarem.

acesso a: documento original / doc/R&L (pdf)

9 Comments

  • Paulo Moreira wrote:

    Era o que faltava: acusar o PR de incitamento à violência.

  • António José wrote:

    Caro Paulo Moreira, isso seria impensável de facto. Pensei que tinha percebido a subtileza. O que é facto é que quem não se resigna leva normalmente com a violência policial… e não são só os jovens, são também os trabalhadores que tentam defender os seus postos de trabalho ao tentarem que o capital físico investido neste país vá para outras paragens. E olhe que o sr. Cavaco Silva quanto a isso não coloca as forças da ordem a defender os trabalhadores. Não, carrega-se sobre eles por uma “ordem” que é cada vez mais miserável neste país. Afinal talvez fosse melhor resignarmo-nos…

  • Amigo de Durruti wrote:

    Há muitas mais imagens da carga brutal da polícia em http://portugal.sarava.org/ler.php?numero=124698&cidade=1#b124811

  • Tão grave quanto a repressão e os pauzinhos-de-almogar-ideologias foram as declarações do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, em que se afirmava que «indivíduos ligados a vários movimentos extremistas identificados com simbologia anarco-libertária» tentaram iniciar «uma manifestação não autorizada, nem comunicada ao Governo Civil e, como tal, ilegal», o que levou à intervenção policial. De acordo com a Constituição da República (artigo 45º) os cidadãos têm o direito à livre manifestação. Sou da opinião que mesmo o requisito de informação às autoridades (ainda que não dependente de autorização) é contrário a este princípio, uma vez que impede a manifestação espontânea. Devemos lembrar-nos que o direito a manifestações autorizadas já havia durante o fascismo. A novidade foi o direito à livre manifestação.

    Mais uma vez parabéns à R&L por (mais uma vez) se indignar com estas coisas. Bem hajam!

  • IGAI abre processo de averiguação a incidentes na baixa de Lisboa

    http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1292333

  • Filipe wrote:

    Isto sim, é digno de preocupação. 25 de Abril não pode ser o dia da luta entre os portugueses, por isso, pede-se aos “esquerdocentrodireitas” que pensem um pouco o quão otários são em serem extremistas… Não há vida com qualidade sem moderação nas actitudes…e este site está cheio de extremistas sem o saberem. Quero que o 25 de Abril me deixe escolher, me deixe viver bem comigo e quero que voçes vivam também bem ou mal mas “Vivam Apenas…sejam como o sol…” Republicano, monárquico, fascista, comunista, socialista, democrata, aristocrata ou o que for…que viva e deixe viver…pois todos…falam, falam, falam, falam, falam, falam…e já estou farto.

  • Filipe. Acho que os seus preconceitos toldam a sua visão do site.

    laicidade é exactamente isso que diz. A luta pela neutralidade absoluta do estado ao não favorecer qualquer mundivivênçia humana.

    E repare que não podemos falar em grupos. Tudo isso deve nascer da liberdade de pensamento dos indivíduos. Considerar que qualquer grupo por ter maior número de conversos é superior à opinião de 1 qualquer ser humano é perverso e redutor.

    André Esteves

    P.S-> Não esteja farto. Somos livres de não ouvir. Infelizmente a liberdade exige vigilância eterna.

  • David Cameira wrote:

    Só se perderamas q cairam no chão

    Castigo para os marginais..

    Qd é q eles são condenados a ” trabalho a favor da comunidade ” para ressarcir os lesados dos prejuizos causados

Deixar uma Resposta