Imprensa – Jornal «Público» no semanário «O Despertar» [05-01-07]

o-despertar-03-a.jpg

Ao recusar a publicação nas sua páginas a textos que, muito directa e criticamente, apreciam opções menos felizes da sua política editorial e que, por esse motivo, lhe são originalmente dirigidos , não se espante o jornal «Público» se eles acabarem por vir a lume noutros órgãos de comunicação.

Foi o que sucedeu ao comentário crítico à campanha «Pró-Natal» que ocupou a edição do passado dia 22 de Dezembro (a do dia 24 também…!) daquele jornal e que Carlos Esperança acabou por tornar publico no semanário republicano independente de Coimbra «O Despertar».

Do referido texto destacamos aqui a seguinte lúcida e oportuna reflexão:

“Quando o sectarismo religioso está na origem de confrontos sangrentos e actos de terrorismo, mandava o bom-senso que o aprofundamento da laicidade do Estado e a sua defesa pela comunicação social dos países democráticos, servissem de vacina à demente tentativa de submissão a uma verdade única, a livros únicos da fé e às imposições do clero.”

acesso a: arquivo/R&L (pdf)

No Comments

Deixar uma Resposta